Páginas

terça-feira, 2 de agosto de 2011

O que é beleza para a população de baixa renda?


(enviado pelo workmate Augusto Santi)


Há poucos meses, participei da apresentação da pesquisa anual de um grande shopping center voltado à população das classes C e D. Tudo corria bem, até que um dado inusitado chamou a atenção da maioria dos que estavam alí e gerou muitos comentários – alguns, infelizmente, maldosos. 

O motivo de tanta polêmica foi o fato de que a maioria dos entrevistados declarou que o tal shopping era um local freqüentado por “gente bonita”. O espanto dos empresários, publicitários e profissionais de marketing que ali estavam tinha um motivo: na opinião deles, não se trata de um shopping que tem a beleza dos seus freqüentadores como ponto forte. Inclusive, a imagem do empreendimento entre as pessoas mais abastadas da cidade onde ele fica – que certamente não são parte do público alvo - é a de um shopping de “gente feia”. No mesmo dia, foi apresentada uma campanha do tal shopping, e nas peças, fotos de homens e mulheres que mais pareciam modelos europeus. Realmente, não era uma estética que refletia o que se via pelo mall.

Mas uma coisa ficou evidente: havia uma grande dissonância entre o padrão estético dos profissionais que ali estavam e o gosto do público alvo. 

Na hora me lembrei de um artigo sobre a estética da baixa renda escrito pelo Luiz Alberto Marinho no final de 2008. No texto, ele apresentou um estudo da consultoria A Ponte, especializada no segmento BoP (Bottom of Pyramid), que deu câmeras fotográficas a alguns moradores das periferias de São Paulo para que eles fotografassem as coisas bonitas que viam no seu dia a dia. O resultado mostrou que o padrão de beleza dos mais pobres é outro, e quebrou alguns mitos. 

O estudo apontou que os mais pobres tendem a considerar mais belo o que está ao seu alcance. O grande exemplo de beleza para esse público era – pelo menos na época – a atriz Thais Araújo, que estrelava uma novela da TV Globo. Ela superou até mesmo a modelo Gisele Bundchen no número de citações. 

O trabalho indicou também que esse pessoal não gosta de ver pessoas louras de olhos azuis anunciando produtos baratos, não aspiram ser como elas, e estão cansados de se submeter aos padrões de beleza impostos pela mídia. A idéia de que a população mais humilde não acha feio o que é espelho, afirmou o Marinho, passa também pela valorização do bairro de moradia. Isso ajuda a explicar porque os que ascendem financeiramente continuam morando na mesma região de antes, disse ele. 

O estudo concluiu que a estética dos brasileiros de menor poder aquisitivo é sim influenciada pelo universo da elite nacional, reproduzida inclusive pelas novelas da TV, mas também retrata a realidade do seu mundo. Eles gostam de se ver na comunicação das marcas e apreciam bastante o que lhes é familiar - de letreiros de lojas presentes em locais próximos as suas casas até as propagandas de produtos que integram suas listas de compras. Valorizam também o uso de cores variadas e vivas e visuais como o do hip hop e do grafite.

Isso parece confirmar a minha hipótese de que, pra falar a linguagem do povo, as marcas devem se distanciar das referências culturais dos profissionais que as gerenciam. Como disse o Marinho, mergulhar de cabeça nessa fascinante colcha de retalhos popular pode ser algo muito valioso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atreva-se a seguir!

Marcadores

MENSAGEM reciclagem #Conversando Culinária RECEITAS decoração decoração de natal GirlsLamps #RECEITAS MODA #Datas Especiais #Anima #DIY FOTOS artesanato #Dicas #Quintal Natal 2011 #Reciclagem CARTINHAS DE SEXTA FOTOGRAFIAS HISTÓRIAS Natal 2010 aniversário tubos de pvc #Beleza #Cozinha #Decoração CURIOSIDADES MÓVEIS Páscoa dicas madeira na cozinha renovação #Carnaval #City #Decoraria #Natal #Pets #Vídeos #sorteios FESTA DE CRIANÇA LIVROS PINTURAS Parque Japonês TINTAS VARIEDADES amigo secreto na empresa base de madeira bolo coelho horta mil artes molho porta vassouras mdf madeira passarinho guardanapo lacinhos potes tecido #De Mãe pra Filha #Inverno #Lavanderia #Livros #Saúde #Sexta-Feira #Tecido #Viagens #Vintage #cartonagem #amigos #noiva AMIGOS APOCALIPSE ATREVIDA BASTIDOR BOLO NA CANECA Benefícios do Chocolate Biscoitinhos Brincos CABIDEIRO DIVERTIDO CORAÇÃO Coleção Música EU SOU DO TEMPO EXPOSIÇÃO FAZENDO CORES FELTRO FILHOS FLOR CAFÉ FLORES Faxina GINÁSTICA INDIGNAÇÃO LENÇOS LULU ÁRABE LUMINÁRIA DE LATINHAS LUSTRE Lulu Lulu em abril MURO DE VIDRO Manjericão Mar Mexicanas Minha cachorrinha Mulheres Africanas MÚSICAS NOVAS AMIZADES Origami PASSARINHOS PERFUMES PESQUISA Penteados QUADROS Restaurantes SIMPLES Sobremesa de goiabada quente TARTARUGA Trabalho Unhas VESTIDOS Vinícola Vivere Parvo VÍDEO - PESO DE PORTA DELICADO Zoo de Curitiba adesivos alerta anões de jardim ateliê ação publicitária bala de côco banana verde biomassa bisnagas de brigadeiro bolo de cenoura bolo falso bolonhesa boneco de neve caderneta camarão castelo catedral chocolate convite cubos de madeira esmalte finados fita de cetim fitas fitilhos flor de cactus férias garrafas guardanapos jardim da vovó lagoa lembrança de aniversário logomarca lugares macarrão manjedoura mini orquídeas montagem de foto orquídeas papai noel papelão parque pata de vaca patchwork patês pintura country pintura de parede piso plumas porta prateleira mesa porta retrato potinho de iogurte preserve presépio princesas produtos artesanais pássaros rack renas tomate torta gelada vila de neve visita viveiro de mudas Área de serviço Ônibus Panorâmico

A ARTE DE SORRIR

Pin It button on image hover